Políticas Públicas - Arcebispo Metropolitano apresenta Campanha da Fraternidade ao Governo de SP

O Cardeal e Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Dom Odilo Scherer, apresentou nesta terça-feira (16) a Campanha da Fraternidade 2019 para o Governador de São Paulo, João Doria. A edição deste ano tem como tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela Justiça”, inspirada no versículo bíblico de Isaías, 1:27. O secretário da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, esteve presente à apresentação, ao lado de colegas de outras Pastas.

“A missão pública é atender sobretudo os mais humildes, os mais pobres, aqueles que mais precisam da presença e da ação do Estado. Entre os quais, aqueles que estão desempregados, pessoas em situação de rua, vítimas das drogas, mulheres que são agredidas e ameaçadas, a comunidade negra e a comunidade indígena”, disse Doria.

O Governador João Doria fala à imprensa após apresentação da Fraternidade 2019

Por meio da ação, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convida os brasileiros para participarem da formulação, avaliação e controle social das políticas públicas para melhorar a qualidade dos serviços prestados ao povo.

“Não viemos aqui ensinar ao Governo como fazer políticas públicas, mas uma reflexão justamente sobre aquilo que a Campanha da Fraternidade propõe, isto é, as políticas públicas sejam orientadas por um sentido de fraternidade e solidariedade social. De modo que de fato se estenda a todos e de maneira muito especial a quem mais precisa”, afirmou o Arcebispo.

Criada em 1962, a campanha é apresentada todo ano na Quarta-Feira de Cinzas, quando tem início a Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa. Este ano, a ação lança um olhar para as ações e os programas do Estado para garantir direitos previstos na legislação brasileira.

O texto-base descreve o ciclo e etapas da política pública e faz a distinção entre as políticas de governo e as políticas de Estado, bem como apresenta os canais de participação popular, como os conselhos previstos na Constituição Federal.

A campanha

Criada em 1962, a campanha é apresentada todo ano na Quarta-Feira de Cinzas, quando tem início a Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa. Este ano, a ação lança um olhar para as ações e os programas do Estado para garantir direitos previstos na legislação brasileira.

O texto-base descreve o ciclo e etapas da política pública e faz a distinção entre as políticas de governo e as políticas de Estado, bem como apresenta os canais de participação popular, como os conselhos previstos na Constituição Federal.

Por meio da ação, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convida os brasileiros para participarem da formulação, avaliação e controle social das políticas públicas para melhorar a qualidade dos serviços prestados ao povo.

 

Compartilhe esta notícia: